tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Sindicato Rural de Caratinga é campeão em cursos de capacitação
Data publicação 08/04/2019
Nos últimos quatro anos, o Sindicato dos Produtores Rurais da Região de Caratinga é a associação classista que mais promoveu cursos de capacitação voltado ao setor agropecuário em todo o estado de Minas Gerais. A informação é do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).
 
Como informa Ciro Fontes da Costa, diretor do Sindicato dos Produtores Rurais, os cursos são ministrados através do Senar, sem custo algum para os participantes, sendo disponibilizados mais de 300 cursos, nas áreas de agricultura, pecuária, agroindústria, entre outras. Entre os cursos organizados pelo Sindicato, embora muitos abranjam diversas áreas, devido à vocação cafeeira da região, tem se dado mais ênfase aos cursos ligados à cafeicultura.
 
Nesta parceria entre o Senar e o Sindicato dos Produtores, como relata Ciro, já foram ministrados 679 cursos, com a entrega de 8750 certificados de conclusão nos últimos quatro anos, o que coloca o Sindicato dos Produtores Rurais de Caratinga e Região como o que mais investiu na capacitação da comunidade rural em Minas Gerais, durante o período.
De acordo com Samuel Gonçalves, que atua na promoção dos cursos do Senar juntamente com Wagner Teixeira como mobilizador, é importante informar que os cursos realizados através do Sindicato de Caratinga são ministrados apenas junto a produtores de Caratinga, Piedade de Caratinga, Santa Rita de Minas, Entre Folhas e Imbé de Minas. Os cursos para os produtores dos demais municípios da região são desenvolvidos por outros sindicatos ou associações.
 
Como Samuel esclarece, a tarefa dele e de Wagner como mobilizadores é trabalhar na divulgação dos cursos e formação das turmas. “Nós visitamos os produtores, procurando saber quais são suas carências e as necessidades de orientação. Então, nós apresentamos a eles os cursos que o Senar disponibiliza e procuramos outros produtores com o mesmo interesse. Assim, nós formamos as turmas e marcamos as datas para que os instrutores do Senar venham ministrar os cursos”.
 
Uma vez formada a turma, o curso é ministrado na comunidade, geralmente em sala cedida por alguma escola rural, igreja ou capela, frisa Samuel. “Nós temos recebido muito apoio das paróquias, que sempre atendem aos nossos pedidos, cedendo espaço para a ministração dos cursos”.
 
Cursos e Programas
Entre os diversos cursos e programas oferecidos pelo Senar, Samuel destaca o Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG), que deverá ser ministrado aos produtores da região ainda neste primeiro semestre. O programa capacita o produtor a administrar a sua atividade como agronegócio, orientando-o a reduzir custos e aumentar a produtividade. Com isso, a cultura se torna sustentável e contribui para a manutenção do homem no campo.
 
Neste mesmo sentido, Wagner Teixeira cita o programa Jovem no Campo que, como ele informa, tem contribuído para o ingresso de jovens com idade entre 16 e 21 anos no mercado de trabalho rural, dando-lhes uma visão empreendedora e apresentando-lhes alternativas que acabam por impedir a migração para os grandes centros em busca de oportunidades, garantindo a continuidade das atividades agropecuárias da família.
 
Outro curso citado por Samuel, considerado por ele importantíssimo para que o produtor obtenha excelentes resultados em sua propriedade é o curso Gestão com Qualidade em Campo (GQC), com duração de mais de 100 horas. Como o mobilizador explica, neste curso, os participantes aprendem a fazer boa gestão de sua propriedade, não apenas na produção, mas na gestão contábil e financeira, através de diagnósticos, definições de negócio, planejamento, organização e controle das atividades. “Além disso, o GQC incentiva a permanência do produtor rural na atividade, pois ele só continuará se atingir bons resultados, e o curso mostra o caminho para isso”.
 
Para contribuir com a obtenção de maior lucratividade na produção cafeeira, Wagner Teixeira cita o curso de Cafés Especiais, no qual os participantes recebem toda a orientação teórica e prática para poder produzir os cafés especiais, que alcançam melhores preços e têm conquistado, cada vez maior demanda. Neste curso, o produtor é orientado desde a preparação de mudas, plantio, tratos culturais, colheita, secagem e armazenamento.
 
Ciro Fontes informa que produtores interessados na realização de cursos de capacitação podem entrar em contato com o Sindicato dos Produtores Rurais, comparecendo à sua sede, localizada na Rua Coronel Pedro Martins, antiga Rua do Correio, 215, no centro de Caratinga, ou através do telefone (33) 3321-3194. Feito o contato, os mobilizadores irão até a comunidade visando a formação de uma nova turma.
 

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2019 - Todos os direitos reservados.