tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Lar dos Idosos inaugurará reformas em dezembro
Data publicação 27/11/2018
Novos banheiros atendem às necessidades dos assistidos
Deputado Adalclever tem sido um dos maiores benfeitores do Lar dos Idosos
No mês de dezembro, em data a ser confirmada, acontecerá o evento que marca a inauguração das obras de reforma e ampliação realizadas no Lar dos Idosos Monsenhor Rocha, nas quais foram investidos aproximadamente R$ 300 mil, em recursos obtidos através de emenda parlamentar de autoria do deputado Adalclever Lopes, presidente da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.
 
Melhorias
De acordo com Edgard Nunes Corrêa, o Bizuca, presidente do Lar dos Idosos Monsenhor Rocha, localizado na Rua Deputado Dênio Moreira de Carvalho, no Bairro Santa Cruz, nos últimos anos o deputado Adalclever Lopes se tornou o maior beneficiário da instituição, em quase todos os anos destinando recursos para obras e aquisição de mobiliário, utensílios e equipamentos necessários para o atendimento aos seus assistidos.
 
Desta feita, os quase R$ 300 mil destinados pelo parlamentar foram utilizados em obras de reforma, ampliação do espaço físico do Lar dos Idosos, contribuindo para com que a entidade possa prestar um atendimento melhor aos seus assistidos.
 
Com o recurso, foram construídas duas novas alas de alojamentos para o setor masculino, suficientes para acolher 22 idosos. Além dos dormitórios, foi construído em cada uma das alas um banheiro, com chuveiros com água quente e todas as adaptações exigidas por lei para idosos e portadores de necessidade especial. Também foram construídas duas salas para armazenamento de medicamentos e outra sala a ser utilizada como rouparia.
 
Além disso, foram realizadas reformas nas varandas ao redor do prédio, com troca de cobertura e foi instalada cobertura em todo o terraço, cuja área é de 600 metros quadrados.
 
Dificuldades
O Lar dos Idosos, atualmente, acolhe 79 idosos de ambos os sexos, dos quais 33 são cadeirantes, sendo que vários deles não contam com aposentadoria ou qualquer outro benefício que possa auxiliar nas despesas de manutenção dos serviços disponibilizados pela entidade aos seus assistidos.
 
A instituição não recebe qualquer recurso ou ajuda da Prefeitura de Caratinga ou da Câmara Municipal e, hoje, conta apenas com um convênio com o Governo Federal, pelo qual é repassado ao Lar dos Idosos, em oito meses no ano, a quantia de R$ 2.440,00.
 
Como relata Bizuca, as despesas do Lar dos Idosos são muito altas, exigindo diversas formas de obtenção de recursos, como a realização da tradicional Feijoada, que ocorre duas vezes por ano, e a busca de doações voluntárias que são muito poucas.
 
Um dos problemas enfrentados pela instituição é o elevado gasto de energia elétrica, grande parte motivada pelo uso diário da lavanderia, devido à necessária troca diária das roupas de cama.
 A média do valor da tarifa de energia elétrica mensal supera os R$ 3,5 mil, o que acaba gerando em atrasos em seu pagamento. Recentemente, o Lar dos Idosos chegou a ficar com cinco contas atrasadas. Hoje, existem três contas em atraso, como relata Bizuca. “Felizmente, pelo fato de se tratar de um asilo, sensibilizada com a nossa luta, a Cemig não suspende nosso fornecimento de energia apesar do atraso”.
 
Energia que dá força
Visando reduzir os custos de manutenção do Lar dos Idosos, acabando com as despesas com energia elétrica, a assistente social da entidade, Silvânia Aparecida da Rocha Santos, elaborou um projeto, denominado “Energia que da Força”, visando arrecadar recursos para a instalação de uma micro usina solar e equipamentos elétricos e eletrônicos para geração, conversão e distribuição de energia elétrica baseada no princípio fotovoltaico. 
 
Como esclarece Silvânia, a empresa Seltec - Soluções Elétricas e Tecnológicas elaborou o projeto do sistema gerador fotovoltaico, cujo kit é composto por placas fotovoltaicas, sistemas de fixação das placas, cabos especiais, inversor de frequência, disjuntores, fusíveis e supressores de surto, cujo preço total está orçado em R$ 215 mil.
 
De acordo com o projeto elaborado pela Seltec, a partir do início de funcionamento da micro usina, a economia mensal do Lar dos Idosos, com o fim dos gastos com as tarifas de energia elétrica convencional, será de aproximadamente R$ 3,5 mil, ou seja, aproximadamente R$ 42 mil por ano. Com isso, em cinco anos estaria recuperado o investimento com a compra do sistema, cuja vida útil é de 25 anos.
 
Neste momento, a diretoria do Lar dos Idosos Monsenhor Rocha está buscando ajuda financeira, junto a políticos, empresários, instituições e à população, para conseguir os recursos financeiros necessários que permitirão adquirir a micro usina.
 
Conta com a Gente
Uma das formas para contribuir com o Lar dos Idosos, como informa Silvânia, é através do programa “Conta com a Gente”, desenvolvido pela Cemig, como forma de estabelecer a contribuição mensal às entidades cadastradas. O valor da contribuição mensal, a partir de R$ 5,00, é definido pelo consumidor e cobrado através de sua conta de energia elétrica.
 
Pessoas ou empresas interessadas em contribuir com o Lar dos Idosos na implantação do projeto “Energia que dá Força” ou na manutenção da entidade, através do programa “Conta com a Gente”, podem entrar em contato pelos telefones (33) 33212426 e 98802-0421 e falar com Silvânia, Christiane ou Fábio.

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.