tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Eleições adiam início do horário de verão
Data publicação 24/09/2018
Este ano, devido às eleições, o período de horário de verão será duas semanas mais curto do que estava inicialmente previsto. Atendendo solicitação do Tribunal Superior Eleitoral, (TSE), o presidente Michel Temer assinou decreto adiando o início do horário de verão do dia 21 de outubro, como estava programado, para o dia 04 de novembro, se estendendo até o dia 16 de fevereiro de 2019.
No Brasil, o horário de verão foi adotado pela primeira vez em 1º de outubro de 1931, abrangendo todo o território nacional. Desde então, em vários períodos o horário deixou de ser adotado, até que em 1985 ele passou a ser adotado anualmente.
 
Inicialmente implantado em todo o País, a abrangência geográfica foi sendo reduzida até que, em 2003, se chegou ao formato atual, no qual o horário de verão é adotado nos estados das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. 
 
Normalmente, o horário de verão entra em vigor na terceira semana de outubro e, assim, deveria ser iniciado em 21 de outubro. Porém, como o 2º turno das eleições está marcado para acontecer no dia 28 de outubro, a entrada do horário de verão provocaria uma grande diferença entre o início da apuração nas regiões Sul, Sudeste e Centro- Oeste e a apuração no Nordeste, parte do Norte e, ainda, no Acre e sudoeste do Amazonas, onde a diferença com o horário de verão chega a três horas em comparação com o horário de Brasília.
 
Para evitar tamanha diferença, o TSE pediu ao Governo Federal para adiar o início do horário de verão, no que foi atendido pelo presidente Michel Temer.
 
Fim do horário de verão?
No ano passado, o Ministério de Minas e Energia chegou a discutir a possibilidade do fim da adoção do horário de verão, tomando por base estudos dos técnicos do órgão, cujos resultados mostraram que a mudança dos relógios nos estados afetados não tem mais resultado em economia que justifique o transtorno.
 
A economia de energia elétrica sempre foi a justificativa para a implantação do horário de verão, porém, com o decorrer dos anos, gradativamente a economia foi se reduzindo e, hoje, ela não causa mais impacto.
 
É importante lembrar que a mudança de horário costuma provocar transtornos em muitas pessoas, geralmente nos primeiros dias, afetando o sono, o apetite, a disposição para as atividades do cotidiano e, até, causando problemas de saúde, principalmente em crianças, idosos. Segundo especialistas, muitas pessoas podem sofrer problemas digestivos, respiratórios e até cardíacos.

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.