tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Quem será o Deputado Federal mais votado na cidade?
Data publicação 06/08/2018
Neste domingo, 05, se encerra o prazo estabelecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para que os partidos políticos realizem as convenções para definir os candidatos que disputarão às eleições deste ano, cujo período de campanha será iniciado no dia 16 deste mês, se estendendo até o dia 05 de outubro. Em Caratinga, como sempre ocorre, crescem as discussões sobre quais os candidatos a deputado federal e deputado estadual votados aqui que alcançarão a maior votação.
 
Deputado Federal
Para as eleições à Câmara dos Deputados, surgem como os principais nomes com possibilidade de conquistarem os maiores percentuais de votos do eleitorado de Caratinga os deputados Mauro Lopes (MDB), Misael Varella (PSD), Paulo Abi-Ackel (PSDB), Leonardo Monteiro (PT) e os estreantes Pedro Leitão (PV) e Hercílio Diniz (MDB). Existem outros candidatos que serão apoiados por determinados grupos e lideranças políticas e comunitárias locais, porém, com votações menos expressivas.
 
Como sempre tem ocorrido nos últimos pleitos, o deputado Mauro Lopes, a princípio, aparece como o favorito a ser o mais votado no município. Porém, com o desgaste sofrido pela classe política a partir da Operação Lava Jato, muitos acreditam que ele possa perder uma boa fatia dos 12.657 votos conquistados nas eleições de 2014.
 
Quem também deverá perder votos nesta eleição é o deputado Misael Varella, o segundo mais votado em Caratinga nas eleições de 2014, com 8.598 votos. Além do desgasta da classe política, o parlamentar praticamente não destinou recursos para o município e tampouco aqui esteve durante seu mandato.
 
O deputado Paulo Abi-Ackel tem possibilidade de conseguir aumentar sua votação em Caratinga. Para isso, ele conta com o apoio do ex-prefeito Marco Antônio Junqueira. No entanto, para que tal possibilidade se confirme, será fundamental a recuperação da imagem do ex-prefeito junto ao eleitorado, que estava muito desgastada ao final de seu mandato. 
Leonardo Monteiro deverá ser o preferido dos petistas locais, abocanhando a maior parte dos votos que os candidatos da legenda receberão. No entanto, ele tem contra si o fato de em nada ter beneficiado Caratinga, durante seu último mandato, e o desgaste decorrente do criticado governo de Fernando Pimentel.
 
Dos estreantes, teoricamente, Pedro Leitão leva vantagem em comparação ao empresário Hercílio Diniz. O segundo deverá contar com o apoio de alguns desta-cados empresários do município, porém, embora ele não sofra o desgaste político dos candidatos que tentam reeleição, o sucesso financeiro dos empresários que o apoiam não representa, necessariamente, um alto nível de simpatia por parte do eleitorado local.
 
Pedro Leitão, que tem conquistado importantes adesões à sua candidatura de lideres políticos e comunitários, bem como de empresários locais, pode surpreender. Algumas pessoas com boa experiência em eleições e campanhas políticas, dizem acreditar que ele poderá, até mesmo, superar a votação de Mauro Lopes, algo imaginável em outros pleitos.
 
Filho de Caratinga, Pedro Leitão entra na disputa já com este importante handicap. Além deste aspecto, ele tem outros dois pontos importantes a seu favor: o fato de ser mais jovem que os demais concorrentes aos votos do eleitorado local, tendo mais facilidade de aceitação junto ao público jovem, na condição de professor e vice-presidente de um centro universitário, e por se apresentar como uma novidade em um momento quando muito se fala na necessidade de ocorrer uma renovação no cenário político nacional.
 
Deputado Estadual
A análise sobre a disputa dos votos do eleitorado de Caratinga para o cargo de Deputado Estadual, no momento, ainda não é possível de acontecer. Isso se deve à indefinição de qual cargo o deputado Adalclever Lopes irá disputar. Na eleição passada ele obteve 10.382 votos no município, quase 7000 votos a mais do que o segundo mais votado, João Marcos Lobo, que não chegou a se eleger.
Em contato com o parlamentar, minutos antes do fechamento da edição, Adalclever informou que tal decisão só acontecerá ao final da convenção de seu partido, o MDB.
 
Nulos e Brancos
Existe a expectativa de que ocorra um percentual de abstenção nunca registrado na história de Caratinga. No pleito de 2014, dos 60.516 eleitores inscritos no município, 21.2182 (35%) eleitores de Caratinga não votaram em qualquer candidato a deputado federal. Deste montante, 14.278 sequer compareceram para votar, enquanto 3.979 eleitores votaram em branco e 2.955 optaram por anular o voto. Segundo dados oficiais do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o número de eleitores aptos a votar nas eleições de 07 de outubro deste ano é de 61.849.
 

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.