tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Empresário apresenta ideia para manter funcionamento do Cine Itaúna
Data publicação 04/06/2018
A falta de opções de lazer tem sido motivo de constantes reclamações da população da maioria das cidades do interior de Minas Gerais. Em Caratinga, a situação não é diferente, porém, a proximidade da reinauguração do Cine Itaúna, com projeto arquitetônico de Alexandra Carvalho, torna-se um alento. No entanto, diante do temor de que a iniciativa sofra situação semelhante a tentativas anteriores, o empresário Paulo do Prado Pinto, o Pepê, apresenta uma proposta que poderá garantir o funcionamento do cinema e resgatar o gosto da população local pela “Sétima Arte”.
 
O antigo Cine Itaúna, que já foi um dos maiores do Brasil, em capacidade de público, durante muitas décadas, além de ser um orgulho para os caratinguenses, foi uma das principais opções de lazer para a sociedade local. Após décadas desativado como sala de projeção de filmes, nos últimos meses, o antigo cinema está passando por completa remodelação e deverá ser inaugurado neste mês, mantendo o antigo e histórico nome, porém, disponibilizando duas salas de projeção. 
 
Preocupado, diante da possibilidade de que a frequência de público venha a cair, no decorrer dos meses após a reinauguração do Cine Itaúna, como ocorreu em frustradas tentativas de reativar o antigo Cine Brasil, Pepê apresenta uma ideia, simples e barata, capaz de manter o cinema em funcionamento.
 
Pepê lança a proposta para que os empresários de Caratinga, a cada semana, adquiram pelo menos dois ingressos, fazendo deles presente a funcionários ou, mesmo, a clientes. “Se 50 empresários decidirem comprar apenas dois ingressos, a R$ 20,00 por semana, ou quatro ingressos de meia-entrada por semana, ao preço de R$ 10,00, o proprietário do cinema terá a garantia mensal de R$ 8 mil. Creio que isso será suficiente para manter o estabelecimento funcionando. O custo mensal para cada empresário será de apenas R$ 160,00”.
 
Ele pretende, nos próximos dias, levar sua proposta para a direção da Câmara de Dirigentes Logistas (CDL) de Caratinga e, também, à diretoria da Associação Comercial de Caratinga (Acic). “Creio que, antes de ‘gasto’, isso seria um investimento da classe empresarial de Caratinga no desenvolvimento do lazer em nossa cidade, a ser desfrutado por nossos filhos e por nós mesmos, que há muito tempo não podemos assistir a um bom filme em nossa cidade, como acontecia antigamente”.
 
Como forma de contribuir para resgatar o antigo hábito do caratinguense em frequentar as salas de projeção, as grandes empresas locais, poderiam adquirir, semanalmente, um maior número de entradas para o cinema e torná-las uma forma de premiar os funcionários que mais se destacarem ou mimosear os clientes mais fiéis.
 

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.