tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Veja o quanto seu vereador já gastou em viagens
Data publicação 09/04/2018
Nos últimos anos, o elevado custo das câmaras municipais do Brasil, pago com dinheiro público, tem sofrido duras críticas da população. Isso ocorre não somente pelos altos salários recebidos pelos vereadores, motivo de protestos ocorridos em todo o País, visando reduzi-los a valores mais justos,  mas, também, devido às mordomias às quais têm direito, aliás, às quais os próprios parlamentares se dão o direito.
 
Entre as chamadas “benesses do poder” desfrutadas pelos vereadores estão as diárias para cobrir despesas de viagens realizadas por eles, por supostos motivos de interesse do município que, na maioria das vezes, não condizem com a verdade.
 
Tais viagens, muitas vezes não passam de passeios turísticos ou são realizadas para que os vereadores tratem de assuntos de interesse pessoal, sem nenhuma relação com ações legislativas, não resultando em benefício algum para o município.
 
É importante ressaltar, no entanto, que existem vereadores que, de fato, viajam para a capital do estado e para a Capital Federal para encontrar com deputados ou lideranças governamentais visando defender pleitos do município ou de instituições locais.
 
Em Caratinga, na atual legislatura, no ano passado (2017), a Câmara Municipal gastou só com diárias de viagens o total de R$ 20.382,37 média mensal de R$ 1.698,53, lembrando que, devido aos períodos de recesso parlamentar, o Legislativo Municipal só atua durante nove meses.
 
Em 2017, dos 17 membros da Câmara  de Caratinga, apenas dois vereadores não receberam diárias por viagens: Denis Gutemberg Augusto de Faria e Welington Batista Correa, o Helinho.
 
Gastadores
Curiosamente, o vereador que mais recebeu por diárias de viagem foi quem trabalhou por menos tempo em 2017. Embora tenha tomado posse no dia 14 de junho, substituindo ao ex-vereador Ronilson Marcílio Alves, cujo mandato foi cassado, Ronaldo Gomes de Carvalho, o Ronaldo da Milla, recebeu R$ 3.961,62 de diárias, superando até mesmo o vereador Ricardo Gusmão, bastante conhecido por suas viagens, que foi o segundo no “Ranking das Diárias” com R$ $ 3.915,99, média de R$ 326,33 por mês de diárias.
 
O alto valor recebido por Ronaldo da Milla se deve aos R$ 3.918,62 gastos em sua viagem a Brasília, em 21 de novembro do ano passado para, conforme ele declarou ao presidente da Câmara, como justificativa viajar às custas do erário, incluir o município na área da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene).
 
Se, por um lado, a justificativa parece nobre, por outro, a viagem já era infrutífera na sua origem, pois, o município de Caratinga, desde 2012 está inserido no Colar Metropolitano do Vale do Aço e exatamente por tal motivo não pode ser incluído na área da Sudene. O vereador, provavelmente, não tinha conhecimento desse fato e se tivesse se aprofundado em conhecer os detalhes de um assunto tão importante, não teria desperdiçado dinheiro público indo a Brasília.
 
Diárias 2018
Neste ano, de acordo com os dados disponibilizados pelo link “Transpárência Total” do site da Câmara Municipal, atualizados até o dia 13 de março, os gastos totais com pagamento de diárias de viagens está em R$ 9.579,55, correspondendo à média de R$ 133,00 por dia em despesas de viagem. O relatório com gastos em diárias incluem a viagem de Felipe Ferreira de Araújo, assessor de Ronaldo da Milla, e do assessor de Comunicação da Câmara, Renan Gonçalves Dias, ambas as diárias no valor de R$ 320,00.
 
Os gastos registrados no início deste ano são exagerados, se levarmos em conta que os trabalhos legislativos só foram iniciados no dia 20 de fevereiro, uma semana após o Carnaval. Se a média for mantida até o final do ano, o valor total das diárias neste ano chegará a mais de R$ 48 mil.
 
Provavelmente preocupado em recuperar a primeira colocação no “Ranking das Diárias”, perdida no final do ano para Ronaldo da Milla, o vereador Ricardo Gusmão foi quem mais gastou com viagens neste ano, até o dia 13 de março, somando R$ 2.560,00 em diárias, superando José Cordeiro e Paulinho de Dom Lara, ambos com R$ 2.240,00 em diárias.
 
Prestação de contas
Na terça-feira, 03, o jornal A Semana enviou ofício ao presidente da Câmara de Caratinga, Valter Cardoso, solicitando cópias de notas fiscais, recibos, comprovantes fiscais e passagens referentes às despesas das viagens realizadas a Brasília pelos vereadores Sebastião Inácio Guerra e Ronaldo da Milla, ambas ocorridas em novembro do ano passado.
 
Na manhã daquele dia, ainda sem saber do pedido, Guerra entrou em contato com o jornal, informando que estaria trazendo cópias de todos os documentos referentes à sua ida à capital federal, como de fato fez ao final do dia.
 
Ele confirmou ter feito a viagem em um dos veículos da Câmara e aceitado o convite do deputado federal Mauro Lopes para pernoitar em seu apartamento, fato que serviu para reduzir as despesas.
No entanto, mesmo que Guerra tivesse optado por se hospedar em um hotel, ele conseguiria hotéis muito bons, próximos ao Eixo Monumental, por diárias inferiores a R$ 320,00 ao preço de hoje. Dois pernoites elevariam suas despesas de R$ 964,11 para R$ 1.604.11, ficando ainda R$ 2.314,51 inferior aos gastos de Ronaldo da Milla. Do total de R$ 964,11 em despesas de viagem, R$ 539,01 foram gastos em combustível, R$ 395,10, com alimentação e R$ 30,00 com estacionamento.
 
Até o fechamento da edição do Jornal A Semana, na sexta-feira, 06, às 16h,  a secretaria da Câmara Municipal ainda não havia encaminhado os documentos relativos às despesas da viagem realizada por Ronaldo da Milla, que somaram R$ 3.918,62.

 

 

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.