tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Com atraso, Prefeitura realiza limpeza dos rios
Data publicação 24/10/2017
No dia 03 de outubro, após matéria publicada pelo jornal A Semana, na qual foi denunciada a falta de limpeza no Rio São João e no Córrego Santa Cruz, alertando para o risco da ocorrência de transbordamentos, com a chegada de mais um período chuvoso, a Prefeitura de Caratinga iniciou o serviço de limpeza nos rios e córregos que cortam a cidade.
De acordo com a assessoria de Comunicação da administração municipal, neste serviço, desenvolvido pela Secretaria de Meio Ambiente, a limpeza ocorrerá em mais de 10 quilômetros de rios e córregos.
 
A limpeza dos rios acontece com pelo menos dois meses de atraso. O correto, como ocorreu nas gestões passadas, seria ter realizado o trabalho de limpeza dos cursos d’água, juntamente com a limpeza de bueiros e galerias pluviais, no início de agosto. O atraso no início do período das chuvas, de certa forma, tem compensado o atraso na realização do serviço.
 
De forma equivocada, a assessoria de Comunicação da Prefeitura afirmou em matéria publicada no Portal do Município, que o serviço de limpeza dos rios e córregos da cidade não acontecia há mais de quatro anos. No governo passado o serviço aconteceu em todos os anos, chegando a ser realizado em outras ocasiões para facilitar o trabalho de aplicação de larvicida do Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD), na época coordenado por Romagno Alves Costa, funcionário da Fundação Nacional de Saúde (Funasa), além dos mutirões de limpeza, quando se chegou a fazer a campina em terrenos e quintais.
 
Além da limpeza dos cursos d’água, é fundamental que também ocorra a desobstrução de todos os bueiros e galerias pluviais de Caratinga, para se evitarem os alagamentos nas regiões baixas e centrais, assim como as enxurradas nas regiões mais altas, que costumam causar transtornos e prejuízos aos moradores. A Prefeitura anuncia que o serviço será realizado juntamente com a limpeza dos rios, mas, até o fechamento desta edição não tínhamos conhecimento de que o trabalho fora iniciado.
 
Conscientização
Como informado pelo secretário de Meio Ambiente, Jaider Pascoaline, ao ser iniciado o trabalho de limpeza dos rios e córregos, foram encontrados os mais variados objetos em seus leitos, entre os quais sofás, restos de móveis, geladeira, sacos com lixo domiciliar, garrafa, entre outros.
 
Com relação ao descarte de materiais e objetos no leito e nas margens dos rios, a Secretaria de Meio Ambiente faz um apelo aos moradores para abandonar tal procedimento, destacando que isso poderá trazer sérios prejuízos à própria população, pois além de contribuir para os transbordamentos dos cursos d’água, cria situação favorável ao surgimento e proliferação de pragas, como ratos, baratas, cobras, além de proporcionar locais para proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, chikungunya e o zika vírus, gerando sérios problemas de saúde pública.

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2017 - Todos os direitos reservados.