tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Vacinação contra a gripe já começou
Data publicação 18/04/2017

Começou nesta segunda,17, e vai até 26 de maio a 19ª Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza (gripe). A meta do Ministério da Saúde é imunizar 54,2 milhões de brasileiros. Em Minas Gerais, a previsão da Secretaria de Estado da Saúde (SES) é alcançar 5,5 milhões. Em Belo Horizonte, conforme a prefeitura, a proteção deverá atingir 827,2 mil pessoas – 15,2% a mais do que em 2016.

As estatísticas de óbitos relacionadas à gripe vêm sendo alarmantes desde 2009, quando teve início a epidemia. Apenas em 2016, ano com maior incidência de casos, mais de 2,2 mil brasileiros morreram por problemas relacionados à gripe. Em Minas, também no ano passado, a síndrome respiratória aguda grave (Srag) causada pela influenza matou 290 pessoas.

O risco é maior diante da proximidade da temporada de frio, quando o vírus se propaga. Por isso, o Ministério da Saúde definiu públicos prioritários para a campanha deste ano: pessoas com mais de 60 anos, as crianças de 6 meses a 4 anos, os trabalhadores da área de saúde tanto dos serviços públicos quanto dos privados, as gestantes, as puérperas (até 45 dias após o parto), os portadores de doenças crônica e os professores das redes pública e particular.
Publicidade

Esta é a primeira vez que os educadores fazem parte do grupo prioritário. A justificativa é que os professores têm contato com dezenas de alunos diariamente, o que aumenta o risco de contaminação.

Em todo o estado, a meta é imunizar ao menos 90% do público prioritário, percentual acima dos 80% do objetivo traçado no ano passado. Os moradores da capital precisarão ir aos centros de saúde e apresentar o cartão de vacinação e a carteira de identidade ou documento similar. Porém, pessoas acamadas e residentes em casas de repouso podem ser imunizadas nos próprios locais.

Para isso, é necessário um cadastramento, que pode ser feito no site da prefeitura: www.pbh.gov.br. Nesse caso, o interessado ou responsável deve acessar o banner “vacina de gripe/cadastro para acamados” e preencher as informações solicitadas. Outra opção é telefonar para o número (31) 3277-7722. O responsável pelo acamado, se preferir, também pode ir diretamente ao centro de saúde.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Imunizações (SBI), o vírus H1N1 foi responsável por cerca de 90% dos casos registrados no país. Em 2017, contudo, a maior circulação no Brasil está sendo o tipo H3N2. Tanto este quanto o H1N1 são tipos do vírus influenza. Ambos perigosos. Daí a importância de as vacinas serem tri ou quadrivalentes. Estudos mostram que a vacinação correta pode reduzir de 39% a 75% a quantidade de óbitos por complicações causadas pela gripe.

Representantes da área de saúde do interior participaram de um encontro em BH, no mês passado, para definir as estratégias da vacinação.

A rede de saúde em Montes Claros (Norte) recebeu do governo federal a primeira remessa das vacinas, com 66 mil doses para serem distribuídas entre os 53 municípios que fazem parte daquela regional.

Outras remessas vão chegar em breve, pois a meta é imunizar em torno de 273 mil pessoas na área de influência de Montes Claros. Na regional de Governador Valadares, no Vale do Rio Doce, o objetivo é alcançar 175 mil moradores em 51 municípios.

Em 13 de maio, quando a campanha estará prestes a completar um mês, haverá o Dia D de Vacinação contra a Gripe. Objetivo é reforçar a divulgação da campanha.

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2017 - Todos os direitos reservados.