tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Melhorias prometidas estão abandonadas
Data publicação 13/03/2017
Os prédios existentes no Parque de Exposições encontram-se sem os telhados ficando à merce das intempéries 
O trecho entre a Avenida Professor Armando Alves e o Bairro Santa Cruz não recebeu sequer a preparação para o asfaltamento
Anunciadas como importantes melhorias para a população de Caratinga, a revitalização do Parque de Exposições “João da Costa Mafra” e o asfaltamento da estrada que liga a Avenida Professor Armando Alves da Silva aos distritos de Dom Modesto e Santa Efigênia, obras resultantes de emendas parlamentares de autoria do deputado federal Mauro Lopes (PMDB), atualmente se encontram abandonadas e em estado de deterioração e os recursos financeiros disponibilizados pelo Governo Federal para as duas obras são insuficientes para que elas sejam concluídas.
 
Parque de Exposições
A emenda voltada às obras de modernização do Parque de Exposições foi apresentada pelo deputado Mauro Lopes em 2012, no valor de R$ 1.657.500,00, dos quais, até hoje, apenas R$ 135.000,00 foram disponibilizados para o município.
 
Em 13 de março do ano passado, o jornal A Semana publicou uma matéria mostrando a situação deplorável em já se encontrava o local. Da obra, que deveria estar totalmente concluída em 15 de maio de 2015, havia sido realizada apenas a construção de parte do muro frontal. Até mesmo o escritório que a empresa Construtora Alovest, responsável pela execução da obra, havia instalado no parque estava totalmente abandonado, tendo sido deixados em seu interior uma mesa velha e um arquivo de gavetas, ambos bastante danificados.
 
O mesmo acontecia com os prédios onde funcionavam a Secretaria Municipal de Agricultura e o Almoxarifado da Secretaria de Educação, com os telhados totalmente danificados, portas arrombadas, com móveis e equipamentos destruídos e diversos documentos espalhados pelo chão.
 
Na ocasião, como mostrou a reportagem, o então secretário de Agronegócios, Denis Gutemberg Augusto de Faria, hoje vereador, informou que as obras seriam retomadas no mês de abril daquele ano, porém, isso nunca aconteceu.
 
Na terça-feira, 07, a reportagem do jornal A Semana voltou ao Parque de Exposições, constatando que a situação encontra-se ainda pior e, hoje, não é mais possível se fazer apenas obras de modernização no local, para que ele volte a ser utilizado para a realização de eventos e festas. Na realidade, será preciso se construir um novo parque de exposições e, hoje, o restante do recurso será insuficiente para realizar o projeto de modernização.
 
Até mesmo andar pelo local torna-se praticamente impossível, pois as ruas estão totalmente tomadas pelo mato e com as partes asfaltadas muito danificadas. Além disso, o local foi transformado em área de descarte, com vários monturos de entulho e terra depositados pela área do parque.
 
O abandono é tamanho que sequer existe um vigia no local. A reportagem permaneceu e percorreu a área do antigo Parque de Exposições por mais de meia hora, fotografando as ruinas e ninguém apareceu para saber de que se tratava. 
 
Estrada
Outra melhoria iniciada em Caratinga no governo passado e que se encontra parada, já sofrendo deterioração é a tão prometida pavimentação da estrada ligando a Avenida Professor Armando Alves da Silva ao Bairro Santa Cruz e, de lá, aos distritos de Dom Modesto e Santa Efigênia.
 
Nesta obra também estão sendo investidos recursos do Governo Federal, mediante aprovação de emenda parlamentar de autoria do deputado Mauro Lopes, no valor total de R$ $ 1.852.500,00, provenientes do Ministério da Agricultura e do programa “Pró-municípios”, dos quais restam ser liberados apenas R$ 320 mil.
 
No trecho entre a Avenida Professor Armando Alves da Silva ao Bairro Santa Cruz não foi realizada sequer a preparação do terreno em toda a sua extensão. Já no trecho do Bairro Santa Cruz ao distrito de Dom Modesto, alguns trechos chegaram a ser asfaltados, no restante foi apenas colocada a brita.
 
Porém, não foram construídas canaletas para o escoamento das águas de chuva nas margens da pista e, com isso, os trechos asfaltos já apresentam rachaduras e buracos em vários locais, enquanto a brita já está se espalhando e muitos locais já sofrem as consequências da erosão provenientes das chuvas.
 
O restante do recurso é insuficiente para a conclusão de qualquer um dos três trechos da estrada e, para piorar, com a paralização das obras, o trabalho que já foi realizado tende a ser perdido e, assim, caso o serviço venha a ser retomado haverá a necessidade de liberação de um recurso superior ao valor total da emenda.
 
Tudo isso leva a crer que nem mesmo os R$ 320 mil restantes venham a ser liberados pelo Governo Federal e, com isso, assim como acontece com o Parque de Exposições, a pavimentação da estrada continuará inacabada.

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2017 - Todos os direitos reservados.