tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Notícias
Projeto “Livro na Escola” tem novidades para 2017
Data publicação 06/03/2017
Com o começo do ano letivo, também está sendo iniciado o projeto “Livro na Escola 2017”, criado em 2016 pelo professor Walber Souza, o Walbão, cujo objetivo é estimular o gosto pela leitura através da distribuição de livros para os alunos das redes de ensino e, neste ano, tem como novidades os apoios da Academia Caratinguense de Letras (ACL) e da Academia de Letras de Teófilo Otoni (Alto), através da doação de livros de vários de seus membros.
 
Outra novidade que Walbão faz questão de destacar é a logomarca do projeto. “O projeto ‘Livro na Escola’ foi agraciado com a doação de uma logomarca para dar identidade ao projeto, desenvolvida pelo artista caratinguense Camilo Lucas, o Camilinho, incansável apoiador da iniciativa”. 
 
Segundo ele, o projeto surgiu como uma forma de incentivar os alunos à prática da leitura e fazer o livro chegar até às mãos dos alunos. “Como vivemos em um país em que as famílias vivem com poucos recursos financeiros, dificilmente o livro será uma prioridade, por isso pensei em desenvolver um projeto de doação de livros. Uma forma direta de o estudante poder manusear, ler, ter livros e, assim, poder começar a montar a sua própria biblioteca, mesmo que seja pequena”. 
 
Iniciado no ano passado, o primeiro livro doado foi resultado de outro projeto desenvolvido por Walbão, que resultou em um livro organizado por ele e escrito por alunos do curso de Psicologia do Centro Universitário de Caratinga (UNEC), intitulado “Primeiros Textos”, abordando vários temas relacionados aos dilemas vividos pelos jovens.
 
Como ele esclarece, o projeto se propõe a beneficiar, preferencialmente, estudantes do ensino fundamental e médio das escolas públicas. “Mas o projeto é amplo e procura atender a todos os alunos, independente da rede de ensino e do nível de escolaridade. Geralmente nós procuramos os professores das escolas, os quais se encarregam de levar e distribuir os livros entre os seus alunos. Sendo que as entregas são sempre registradas por fotos”.
 
De acordo com Walbão, por ser um projeto amplo, os livros distribuídos abrangem vários gêneros literários, pois recebe livros de diversos autores. “Neste sentido, procuramos ver qual seria o melhor perfil do aluno para receber determinada doação. Pedimos também, dentro do possível, que o professor verifique se os alunos estão lendo o material doado. Felizmente, o retorno está sendo bastante positivo”. Ele estima já terem sido distribuídos mais de 1000 livros.
 
Apesar de novo, o projeto tem alcançado seu propósito e recebido apoio de muitos escritores. “Em 2016 contamos com o apoio de muitos escritores, possibilitando que inúmeros alunos ganhassem livros para poder desfrutarem da leitura. As expectativas para este ano são as melhores”.
 
Para colaborar com o projeto, explica Walbão, os escritores precisam apenas doar uma certa quantidade de livros de sua autoria. As doações podem ser entregues na secretaria da Escola Professor Jairo Grossi ou, se preferir, o escritor pode entrar em contato diretamente pelo WhatsApp (33) 98807-1632 e ele buscará os livros na casa do doador. “Eu aproveito para fazer um convite a todos os escritores de Caratinga e região, para participar do projeto, doando seus livros e, assim, contribuir para o desenvolvimento dos nossos estudantes. Vamos, juntos, fomentar o gosto pela leitura!”.

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2017 - Todos os direitos reservados.