tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Zé caratinga
26 de Fevereiro
Data publicação 26/02/2018

Copasa
Há mais de 16 anos, o jornal A Semana tem cobrado uma posição das autoridades quanto aos desmandos cometidos pela Copasa com a população de Caratinga. A concessionária tem usado e abusado do que ela julga ser direito de não precisar cumprir com suas responsabilidades. Se já não bastassem os 19 anos de injusta cobrança da Taxa de Esgoto e os recentes racionamentos de água, agora, a Copasa prepara um aumento de 33,9% nas contas de água, a partir de abril, com o início do fucin amento da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE).

Copasa II
É importante deixar claro que o funcionamento da ETE não representa o cumprimento do contrato firmado entre a Copasa e a Prefeitura de Caratinga, em dezembro de 1998. A Copasa implantou apenas “meio” sistema de esgotamento sanitário e o contrato e a Lei 2499/98 exigem que o sistema atenda 100% dos domicílios de Caratinga. Mas, quer apostar que a Copasa também irá aumentar a conta dos moradores cujo esgoto continua sendo lançado diretamente nos córregos e no Rio Caratinga, sem o tratamento?

Jardim das Palmeiras
Eu não consigo entender o procedimento dos zelosos membros do Conselho Municipal de Patrimônio Cultural de Caratinga (Compac). De um lado, eles tentam, de todas as formas, se apropriar do prédio do antigo Cine Brasil, um imóvel particular. Por outro lado, permitem que o Jardim das Palmeiras, principal cartão postal de nossa cidade, patrimônio tombado pelo próprio Conselho, permaneça jogado às baratas.

Jardim das Palmeiras II
Com o piso totalmente desnivelado, deformado e com as pedras portuguesas faltando em vários pontos, o Jardim das Palmeiras se transformou em estacionamento de carros em frente à Catedral, danificando totalmente o piso. Isso, sem contar os pesados caminhões que circulam livremente pela praça, seja para a montagem de estruturas para a realização de eventos, seja para o serviço de irrigação dos canteiros. Este Zé pergunta!... Pode isso, Arnaldo?

UPA
Com a aproximação do fim do Termo de Cooperação firmado entre a Prefeitura de Caratinga e a Aminas, para o gerenciamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA), ainda não se sabe quem passará a administrar aquela unidade. Seria ideal que o prefeito Dr. Welington iniciasse, já, as negociações com a Aminas para que o Município adquira os equipamentos que têm sido utilizados na UPA. A possibilidade de isso vir a ocorrer está prevista no Termo assinado com a Aminas.

Pindaíba
A falta de recursos para a realização de obras e melhorias sempre foi uma desculpa usada pelos prefeitos para tentar mascarar uma provável falta de competência administrativa. No entanto, atualmente, de fato, os municípios mineiros estão passando por uma crise financeira nunca ocorrida até ebntão. Eu imagino as dificuldades enfrentadas pelo prefeito Dr. Welington em manter as contas em dia, diante dos atrasos cometidos pelo Governo do Estado nos repasses dos recursos do ICMS, IPVA, da Saúde e do Transporte Escolar.

Reeleição
Com as dificuldades financeiras vividas pela Prefeitura de Caratinga, o prefeito Dr. Welington, caso ele se decida mesmo em tentar sua reeleição ao cargo, em 2010, precisará rever sua postura política. Afinal de contas, vereadores, empresários, lideranças políticas e comunitárias, além da própria imprensa local, têm reclamado das enormes dificuldade4s encontradas para conseguir ter acesso a ele, inclusive quando o objetivo é de levar ao Prefeito sugestões e ideia de soluções para os muitos problemas existentes no município.

Calçamento
Tem sido frequentes as reclamações da população de Caratinga quanto as condições da pavimentação das ruas da cidade, diante do grande número de buracos que surgem a cada momento. De nada têm valido as esporádicas “operações tapa-buracos”, pois o asfalto é de má qualidade e, também, muito antigo. Com isso, o serviço acaba não tendo o efeito necessário. O ideal seria a reforma da pavimentação de todas as ruas, substituindo o asfalto atual por um asfalto de boa qualidade.

Asfalto
Para reformar a pavimentação das ruas de Caratinga, Dr. Welington precisaria de uma grana que tão cedo Caratinga não receberá. A menos que ele se decida em abrir um canal de aproximação com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Adalclever Lopes, único com cacife suficiente para conseguir os recursos necessários para a execução das obras junto ao governador Fernando Pimentel. Torço muito para isso acontecer!

Adalclever
Um assunto que tem alimentado as rodinhas políticas, na capital e principalmente em Caratinga, é sobre qual rumo tomará o deputado Adalclever Lopes nas eleições deste ano. Ele já descartou a reeleição a deputado estadual e, também, uma candidatura a deputado federal, pelo fato de seu pai ter se decidido a tentar uma nova reeleição. Restam, agora, três possibilidades. A candidatura ao Governo de Minas, a candidatura ao Senado ou concorrer como candidato a vice-governador. Eu sei o que ele decidirá, mas, não posso dizer, ainda!

 

Marco Antônio
O ex-prefeito Marco Antônio manteve contato com nosso diretor, Carlos Carraro, reclamando da matéria sobre ele, publicada em nossa edição anterior. Como sempre fazemos, nesse tipo de situação, estamos oferecendo a ele a oportunidade de apresentar suas justificativas e esclarecimentos, que uma vez apresentadas, serão divulgadas em nosso jornal. Ele deverá se reunir com seus advogados para definir o texto a ser publicado.

Rodrigo Pacheco
A decisão da Executiva Estadual do MDB em adiar para maio a definição sobre o partido ter ou não candidatura própria ao Governo do Estado nas eleições deste ano fez com que o deputado federal Rodrigo Pacheco, que pretende disputar o cargo, se visse obrigado a mudar de partido. Sua nova legenda, como tudo indica, será o DEM. Tudo isso mostrou a força da ala do MDB que defende a manutenção da aliança com o governador Fernando Pimentel.


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.