tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Zé caratinga
13 de Novembro
Data publicação 13/11/2017

Sudene
É um absurdo um assunto da importância da inclusão de um município na Sudene ter passado totalmente despercebido dos deputados federais votados na cidade, da classe empresarial e das autoridades e lideranças políticas de Caratinga. Ao ficar fora da lista dos municípios mineiros incluídos na Sudene, devido a esse “pequeno descuido”, Caratinga e os empresários locais perdem o direito ao acesso a linhas de crédito especiais, incentivos fiscais e aos recursos do FNE.

Sudene II
Diante das vantagens e benefícios oferecidos aos municípios da área de abrangência da Sudene, este Zé lança uma simples pergunta, para nosso querido leitor avaliar o tamanho do prejuízo que nossa querida cidade teve com a total desatenção das nossas lideranças. Você acha que, no futuro, empresas que estiverem interessadas em se instalara em nossa região irão preferir o município de Caratinga ou Santa Bárbara do Leste, Santa Rita de Minas, Ubaporanga e Piedade de Caratinga?

Sudene III
Depois que Caratinga ficou fora da relação de municípios a serem incluídos na Sudene, vários deputados federais votados aqui estão querendo corrigir a tremenda mancada que deram, quando o projeto já está no Senado. O deputado Eros Biondini, que sonha em aumentar seus votos em nossa cidade, é indesculpável por tamanho vacilo, pois ele foi o relator do projeto. Será que ele não percebeu que Caratinga, cidade polo da região, estava fora da lista dos municípios contemplados?

Salário
Alguns vereadores de Caratinga não poderiam ter escolhido pior momento para apresentar uma proposta de aumento de seus próprios salários. Também, o que esperar de uma Câmara composta por vereadores que não fiscalizam de forma devida as ações do Executivo, não tratam com a devida seriedade os grandes problemas do município, sequer propondo uma discussão deles?... Ah!... Sem falar que, para alguns deles, o exercício da vereança não vi além de publicação de “fotinhas” nas redes sociais, se anunciando pais dos filhos dos outros.

Aminas
Em um momento que a população brasileira mais cobra transparência das instituições do País, merece muitos elogios a atitude tomada pela diretoria da Aminas, que atualmente é responsável pelo gerenciamento da UPA de Caratinga. O presidente da entidade, Joel Tristão Júnior, encaminhou ao Ministério Público, à Câmara Municipal e à Prefeitura de Caratinga um completo e detalhado relatório de todas as atividades e atendimentos ocorridos no período de 15 de setembro, quando a UPA foi inaugurada, até 31 de outubro, com cópia de todos os documentos.




 

 

Diante disso...
O “competente” secretário de Saúde da Prefeitura de Caratinga, Wagner Barbalho, deveria seguir o exemplo do presidente da Aminas e apresentar às autoridades e à população de Caratinga um detalhado relatório de sua gestão, até aqui, com notas fiscais e toda a documentação pertinente referentes às compras de remédios, exames, insumos e as diárias das viagens feitas por ele, para saber onde o “competente” secretário esteve em defesa do setor de Saúde do município.

Buracos
A chegada das chuvas se, por um lado, serviu para salvar a Copasa e a população de Caratinga, pelo menos momentaneamente, do risco de racionamento de água, por outro, também serviu para mostrar a má qualidade do asfalto utilizado na pavimentação das estradas da nossa região. Além do excesso de radares, instalados para tomar dinheiro dos motoristas, estes precisam fazer verdadeiro malabarismo ao volante para conseguir escapar das crateras encontradas na pista.

Casas Populares
A população de Caratinga já está com os ouvidos calejados de tanto ouvir os políticos locais anunciarem a construção de casas populares. Uma hora eram 100 casas, outra hora eram 900 casas e, agora, estão sendo anunciadas 280 casas. È importante esclarecer que após a assinatura de convênios ainda existe uma enorme distância a ser percorrida para a liberação do recurso e realização das obras. Além do mais, o déficit habitacional de Caratinga supera o número de 3000 moradias, portanto, se desta vez o prometido for cumprido, estará beneficiado pouco mais de 9% da demanda.

Desperdício
As chuvas que têm caído na região aumentaram muito a vazão do Córrego do Lage, mas ainda ficando longe do que já foi no passado. Mas, a quase totalidade da água das chuvas está sendo desperdiçada, exatamente pelo fato da Copasa, após 43 anos explorando o consumidor local, não se dignou a construir um reservatório para armazenar o excedente do volume de água que ela consegue captar.

Alô, Prefeitura!
Onde já se viu autorizar a instalação de um palco para shows exatamente na curva de uma das mais movimentadas ruas da cidade, como aconteceu no final de semana anterior, na Praça Calógeras, em Caratinga?... O pior é que não havia qualquer sinalização para alertar os condutores de veículos e, após o uso do palco, ele permaneceu montado no local até a manhã de domingo.

Polícia Federal
É bom os prefeitos e os vereadores de nossa região tomarem muito cuidado com suas medidas e ações, para evitar o risco de receberem a desagradável visita, sem anúncio, de agentes da Polícia Federal, como aconteceu recentemente em Santa Bárbara do Leste, onde existem indícios e suspeitas de “maracutaias” praticadas durante governos anteriores. Quem avisa, amigo é!

Fórum Regional
Está previsto para acontecer, em Caratinga, no dia 30 deste mês, ainda sem confirmação, a realização de mais uma etapa do Fórum Regional, programa desenvolvido pelo Governo do Estado. Acredito que não haverá melhor momento para que as autoridades políticas e empresariais proponham um amplo debate sobre os grandes e principais problemas de Caratinga e região.

Santo Antônio
Um morador faz duras críticas à atual situação da Praça Santo Antônio, no bairro do mesmo nome. Segundo ele, o local que já serviu para o lazer dos moradores, com as mudanças feitas, durante um governo anterior, substituindo o piso, o coreto e as flores ali existentes, por quiosques. Com isso, o local passou a ser ocupado por jogadores de baralho, usuários e traficantes de drogas. Para piorar, mais recentemente andarilhos transformaram o local em abrigo. Os moradores não aguentam mais a algazarra, que acontece no local a qualquer hora do dia e da noite, bem como a sensação de insegurança, tanto de idosos como de quem precisa passar pelo local à noite, para trabalhar ou estudar. Nossas autoridades precisam tomar as providências cabíveis.


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2017 - Todos os direitos reservados.