tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Zé caratinga
25 de Setembro
Data publicação 25/09/2016

Pesquisa

Como já é uma tradição, o jornal A Semana está publicando nesta edição pesquisa sobre a disputa eleitoral em Caratinga. Mantendo-se na vanguarda, o semanário é o primeiro veículo de comunicação a publicar uma pesquisa em toda a região, mantendo-se fiel ao seu compromisso de deixar seus leitores sempre muito bem informados.

Pesquisa II

A pesquisa Instituto Veritá/A Semana vem para acabar com a onda de boatos e fofocas que vinha tomando conta da cidade nas últimas semanas, sobre supostas pesquisas que não foram e nem serão divulgadas, apresentando resultados os mais discrepantes possíveis. Agora, a população de Caratinga passa a ter noção de como se encontra a guerra política e a tendência da intenção de votos do eleitorado local no atual momento.

Apostas

Em Caratinga, os períodos eleitorais sempre foram marcados pelas apostas quanto aos resultados das eleições. Na atual campanha não temos ouvido falar de apostas, tanto entre adversários como entre amigos. Não sei se isso é falta de grana, mesmo, ou fruto do desgaste da classe política junto à população e do desinteresse dos eleitores.

Apostas II

Este Zé não é de apostar, mas, pelo que temos apurado pela cidade, se fosse apostar na eleição de algum candidato a vereador, este seria o Johny do Amparo, que realiza um grande projeto social. Ele tem tudo para ser o candidato mais votado da coligação PMDB/PSDB.

Rejeição

Embora o resultado de uma pesquisa não signifique já o resultado das urnas, os números apresentados no levantamento feito pela equipe do Instituto Veritá mostra que dificilmente Dr. Welington deixará de vencer as eleições do próximo domingo. Além da vantagem que apresenta, neste momento, na preferência do eleitorado, seus dois mais diretos perseguidores, o prefeito Marco Antônio e o ex-prefeito João Bosco, ocupam as duas primeiras posições em termos de “rejeição”, fator importante na definição de um pleito eleitoral. Marco Antônio apresenta 18,6%  de rejeição e João Bosco 17,8%, enquanto a rejeição de Dr. Welington está em 8,4%.

Firmeza do voto

Para complicar a situação dos adversários de Dr. Welington, nesta reta final de campanha, outro fator favorável ao ex-delegado diz respeito à firmeza demonstrada pela expressiva maioria dos eleitores em não aceitar a possibilidade de vir a mudar o seu voto. Segundo a pesquisa, 76,8% dos eleitores estão decididos a não mudarão o seu voto. Com isso, para superar Dr. Welington, um de seus adversários terá que conseguir arrebanhar todos os eleitores que ainda aceitam a possibilidade de mudar de opinião, além de não perder nenhum simpatizante e, ainda, tentar convencer eleitores já decididos.

Indecisos

É comum os eleitores que se dizem indecisos esperarem para saber os resultados das pesquisas para, só então, definir em que candidato estarão votando, optando para quem estiver na frente, tendo como base para tal atitude o princípio, do qual discordo totalmente, de não querer “perder o voto”. Este fator também poderá contribuir com a candidatura do Dr. Welington, possivelmente, ampliando sua vantagem sobre os demais concorrentes.

Nulos e brancos

Para surpresa deste Zé, a pesquisa do Instituto Veritá não apresenta um percentual alto de eleitores determinados em anular o voto ou em votar em branco. Como muitos, pensávamos que o número de votos nulos e brancos, devido à revolta demonstrada nas redes sociais contra a classe política, poderia chegar a algo em torno de 30%, mas, a pesquisa mostra que o grupo de descontentes está em 8,2%.

Derrotados

Se os números apresentados pela pesquisa publicada nesta edição de A Semana se confirmarem nas urnas, confirmando a eleição de Dr. Welington, isso representará uma grande derrota de dois caciques da política local: o ex-prefeito Ernani Campos Porto e o deputado federal Mauro Lopes que, por sinal, se uniram no palanque de Odiel de Souza.

Derrotados II

As prováveis derrotas de Mauro Lopes e Ernani Campos Porto, aliás, possibilitam constatar que o eleitorado de Caratinga já está cansado do jeito ultrapassado dos dois fazerem  política. Os nossos leitores devem se lembrar bem que há mais de um ano vínhamos  alertando que o   povo está cansado de políticos com “data de validade vencida”.

Derrotados III

PSDB, PMDB e PT (leia-se João Bosco), que figuraram como os principais protagonistas nas    últimas eleições realizadas em Caratinga, uma vez confirmada a eleição de Dr. Welington (DEM), sairão derrotados e bastante arranhados das eleições deste ano, mostrando a   necessidade de realizarem uma profunda renovação em termos de liderança e, também, em  termos de ideias, já para as eleições de 2018.

 

 

 

João Bosco

O esperado crescimento do ex-prefeito João Bosco, anteriormente cotado como um dos favoritos para as eleições municipais deste ano, acabou não se acontecendo. Nem mesmo na periferia, onde se acreditava que ele conseguiria grande apoio dos eleitores, isso não se confirmou, de acordo com os números da pesquisas do Instituto Veritá. Tudo indica que ele é mais um cacique que está deixando o cenário político local.

Má fase
 
O ex-prefeito João Bosco (PT), realmente, não vive uma boa fase. Na sexta-feira, 23, no fervilhar da campanha eleitoral, que entra em sua reta final, o ex-prefeito foi obrigado a ser operado, às pressas, devido a uma apendicite. Ainda na sexta-feira, logo após a cirurgia, ele avisou aos seus apoiadores que tão logo receba alta estará de volta à campanha.
 

 Dr. Eli

 Embora ele não esteja engajado na disputa eleitoral em Caratinga, voltado somente em  administrar seus negócios, o médico Dr. Eli tem méritos no renascimento do DEM em nosso  município. Para quem não sabe, foi ele quem coordenou a campanha do deputado Misael  Varella em Caratinga, nas eleições de 2014, e quem apresentou Dr. Welington, candidato a      prefeito pelo partido, ao deputado e ao seu pai, Lael Varella.

 

 

 Dr. Igor

Diante da possibilidade real de vencer as eleições de domingo, Dr. Welington terá a possibilidade de provar que nada tem contra o médico Dr. Igor, como afirmou através da imprensa local. Para tanto, bastará que ele, sendo eleito, venha dar total apoio ao SAD e à equipe do programa que tem à frente Dr. Igor e Drª Mônica.

 
Tentou, mas não conseguiu!
 
A coligação “A Força do Trabalho e da Experiência”, que trabalha pela candidatura de Odiel de Souza (PMDB), ingressou com uma ação na Justiça Eleitoral, na quinta-feira, 22, tentando impedir que o jornal A Semana estivesse publicando, neste domingo, a pesquisa realizada pelo Instituto Veritá. No entanto, seu pedido foi indeferido pelo juiz eleitoral. Com isso, estamos divulgando a pesquisa e apresentando à população caratinguense como está a disputa pela Prefeitura de Caratinga. No uso de seu direito, eles tentaram! No uso do nosso direito, nós publicamos a pesquisa!

Amado e Odiado

O jornal A Semana convive há décadas com a oscilação junto aos políticos de Caratinga e seus apoiadores, indo de “amado” a “odiado” em uma velocidade vertiginosa. Quando a notícia agrada aos interesses de um grupo político os seus membros se derretem em aplausos e elogios ao jornal. Já quando a notícia não é a aguardada pelo mesmo grupo político, somos xingados e vaiados. O certo é que, seja sob aplausos, seja sob vaias, nós apenas cumprimos o nosso papel de dizer a verdade.


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.