tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Zé caratinga
22 de Junho
Data publicação 22/06/2016

Tiro no pé
Mais uma vez, o deputado federal Mauro Lopes acabou dando um tiro no próprio pé, em seus pronunciamentos nas votações que acontecem em Brasília. Desta feita, ao votar a favor de Eduardo Cunha, na votação do relatório de seu processo de cassação, no Conselho de Ética, Mauro Lopes se justificou, dizendo não dever favores e não tinha cargos indicados por Cunha, além de não haver provas de que ele tenha contas bancárias no Exterior. Mauro Lopes só não ficou em pior situação pelo fato de seu voto não ter influenciado o resultado da votação, na qual Cunha foi derrotado por 11 a 9.

Gozação
Depois de um sortudo ter acertado os números da Dupla-Sena em Entre Folhas, ganhando a bolada de mais de R$ 9,3 milhões, alguns gozadores aproveitaram a oportunidade para afirmar que o prêmio é mais um resultado do empenho do deputado Mauro Lopes, em favor de nossa região, junto à Caixa Econômica Federal.

Capela Velório
Finalmente, após quase três anos do início das obras, a Capela Velório Comunitária da Paz foi inaugurada. Além disso, dentro de alguns dias acontecerá a inauguração da Capela Velório da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, localizada no Bairro Esperança. Agora, quem nmão estava morrendo por falta de um lugar adequando para se realizar um velório, em Caratinga, já pode morrer à vontade.

SUS
Nos últimos meses, devido à crise financeira, mais de 1,4 milhão de brasileiros desistiram de continuar pagando por um plano de saúde. Fazem parte desse total 230 mil mineiros. Com isso, em caso de necessidade de atendimento médico, todo esse público deverá migrar para as unidades de saúde do SUS, contribuindo para que as filas de espera, que já são enormes, tornem-se quilométricas.

Mais bombas
O anúncio quanto à possibilidade de ocorrerem explosões de novas bombas em Caratinga já está tirando o sono de alguns ex-vereadores. Segundo tem sido falado pelas esquinas da cidade, as investigações relativas à Operação Império tendem a mostrar que a propina recebida por alguns ex-vereadores, durante o governo passado, no escândalo que ficou conhecido como “Mensalinho Caratinga”, pode fazer parte do dinheiro desviado através do esquema fraudulento de compra dos chamados “títulos podres”. Será?... Se for verdade, alguns que estão articulando para serem candidatos, ficarão impedidos pela Justiça.

Lamaçal
Em Governador Valadares, a Justiça aceitou a denúncia de 35 pessoas acusadas de participação na Operação Mar de Lama, que apura desvio de mais de R$ 1,5 bilhão. Dos 35 denunciados, 12 são vereadores, dos quais sete estão presos. Tudo indica que o Poder Judiciário não pretende dar trégua a políticos corruptos, seja em âmbito federal, estadual ou municipal.


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.