tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Zé caratinga
11 de Outubro
Data publicação 11/10/2018

Eleição

Nas eleições de domingo, 07, o eleitorado de Caratinga, mais uma vez, fez a pulverização de seus votos, alcançando números recordes, votando em 426 candidatos a deputado federal e em 509 candidatos a deputado estadual. Todos os 53 deputados federais e 71 dos 77 deputados estaduais eleitos para o próximo mandato foram votados no município. O pior é que, conformes alertamos há várias e várias eleições, eles não farão nada por nossa cidade e só se lembrarão do povo de Caratinga nas eleições de 2020.

Ingratidão

Alguns correligionários do deputado Mauro Lopes (MDB)  de Caratinga estão muito revoltados com a baixíssima votação obtida por ele em nossa cidade no domingo, quando perdeu quase 10 mil votos em comparação à eleição de 2014. Segundo eles, a culpa foi do deputado Adalclever Lopes, que lançou Pedro Leitão (PV) como candidato. Ora!... Eles se esquecem que se não fossem os mais de 42 mil votos conquistados por Pedro Leitão, cujo partido se coligou ao MDB, Mauro Lopes não teria sido eleito. Deveriam era agradecer a Adalclever.

Pedro 2020

Com a expressiva recebida em Caratinga pelo professor Pedro Leitão na eleição de domingo, um grupo de apoiadores já começam a se mobilizar para tentar convencê-lo a disputar as eleições municipais de 2020, como candidato a prefeito de nossa cidade. Neste propósito, está sendo elaborado um grande projeto para o desenvolvimento do município, no qual deverá se basear o plano de gestão de Pedro Leitão.

2020

Antes mesmo do segundo turno das eleições deste ano, já começam a surgir candidatos ao cargo de prefeito de Caratinga para as eleições de 2020. Três nomes estão certos!... São eles: o prefeito Dr. Welington; o vereador Rominho Costa, que já faz campanha desde que tomou posse como vereador, e José do Carmo Fontes, o Mugango, ligado ao grupo do ex-prefeito Marco Antônio. Podemos contar, ainda, com o ex-prefeito João Bosco, que sempre é candidato, além do Van Gogh e de Márcio Didi. Será que esqueci alguém?

Majoritário

Com a expressiva queda na votação do deputado Mauro Lopes e a não eleição de Pedro Leitão, a partir de 2019, o deputado federal majoritário em Caratinga será Misael Varella, que alcançou  3.875 votos no município, 4.723 a menos que em 2014, quando conquistou 8.598 votos. Se quando ele teve quase 9 mil votos em Caratinga ele nada fez pela cidade, agora é que ele vai tomar chá de sumiço.

Falando nisso...

Quem também deverá sumir de Caratinga nos próximos anos é o deputado Mauro Lopes, indignado com a fraca votação obtida em nosso município. Na verdade, não fará muita falta, pois, nosso povo já está cansado de doação de carrinhos, verbinhas e promessas de construção de casas populares que nunca acontecem.

 

 

Falastrão

Em áudio vazado pela internet, o autointitulado líder dos sem casa de Caratinga, João Cabeção, apareceu contando bravatas e pressionando eleitores que não votaram em Mauro Lopes, afirmando que não irá cadastrá-los para receber as casas populares prometidas pelo deputado. Não sei como tem gente que ainda suporta esse tipo de pseudo líder comunitário, que mente e fala pelos cotovelos. Agora, Cabeção, não adianta ir à imprensa para pedir desculpas pelas besteiras que falou!

Casas Populares

Embora eu não acredite que as tais casas populares serão construídas em Caratinga pelo menos nos próximos dois anos, é importante esclarecer o seguinte: o cadastramento das famílias a serem beneficiadas é feito pela Secretaria de Assistência Social, sob a supervisão de técnicos da Caixa Econômica Federal e do Ministério das Cidades. Portanto, se algum líder comunitário ou vereador disser que dará um jeitinho de incluir você entre os beneficiários, denuncie à imprensa, para desmascarar o mentiroso, e ao Ministério Público, para que sejam tomadas as medidas cabíveis.

 


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.