tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Cala a Boca
Data publicação 11/03/2019
Uma das primeiras orientações que recebi, quando comecei a trabalhar no Rádio, veículo de comunicação no qual atuei por 13 anos, veio do excelente radialista Jonas Américo, à época diretor da emissora. Ele me disse: “Fale pouco, para errar menos!”.
 
A frase trazia implícita a afirmação de que, ao falar ao microfone, na tarefa de passar informações, dar opiniões ou fazer comentários, eu iria cometer erros. Isso era certo!... Mas, ele me aconselhava a falar menos, ou seja, o estritamente necessário, para errar o mínimo possível.
 
Procurei seguir à risca o conselho, aplicando-o também no cotidiano e, até hoje, eu me esforço para evitar falar muito, procurando pesar bem as palavras a serem proferidas, para evitar erros, mentiras, ofensas ou comentários inapropriados.
 
Gostaria de, neste momento, ter acesso ao presidente da República, Jair Messias Bolsonaro, para aconselhá-lo a falar menos e parar de usar as redes sociais e, assim, evitar erros que só contribuem para atrapalhar sua gestão, principalmente neste início, quando ele está caminhando sobre cascas de ovos.
 
Até o momento, li e ouvi pouquíssimas declarações dele que pudessem trazer benefícios à sua gestão. Porém, já li, vi e ouvi inúmeras declarações e postagens nas redes sociais que não deveriam ser cometidas pela figura máxima de um país sob o regime presidencialista.
 
Na minha opinião, algum dos generais que compõem o primeiro escalão do atual governo, ou melhor, todos eles, valendo-se do natural respeito à patente superior, deveriam lembrar a Bolsonaro que o período de campanha eleitoral já passou e o momento, por sinal bastante delicado, é de administrar o País, dedicando todo o tempo na busca de soluções para os muitos e graves problemas que colocam em risco o futuro do Brasil e do povo brasileiro.
 
Ele, que tanto falou da necessidade de acabar com a divisão imposta nos últimos anos pelos corruptos e atrapalhados governos de Lula e Dilma, colocando brancos contra negros, heterossexuais contra homossexuais, ricos contra pobres e patrões contra empregados, ao invés de perder seu precioso tempo, pagos por nós, em ficar atacando seus desafetos, deveria se dedicar de corpo e alma em unir a todos no esforço de retirar o Brasil desta insuportável crise.
 
Aliás, cabe a ele ao invés de fustigar o embate, dar o exemplo aos milhares de eleitores que votaram nele e ainda continuam a digladiar, através das redes soci-ais, com simpatizantes e militantes da esquerda, trocando as mais baixas ofensas e agressões, pregar a paz e estabelecer o armistício.
 
Jair Bolsonaro foi eleito para instituir no Brasil um intenso combate. Aliás, eu votei nele exatamente para isso!... Mas o combate à corrupção, ao crescimento da violência e da criminalidade, ao desemprego, ao desrespeito às leis e não a quem pensamentos e ideia contrários aos seus.
 
O fato de eu ser cristão não pode me fazer ter ódio do ateu. O fato de ser hétero não pode me levar a ter ódio dos homossexuais. Da mesma forma que a cor de minha pele não determina que eu deva julgar inferior a quem tem cor de pele diferente.
 
O presidente Jair Bolsonaro, apesar de todo o respeito que eu lhe devo, em decorrência do cargo por ele ocupado, precisa calar a boca e procurar encontrar as condições necessárias para implantar as mudanças pregadas por ele durante os últimos quatro anos e, principalmente, durante o período da campanha eleitoral do ano passado.
 
O momento não é para discursos, nem mesmo os grandes e bem elaborados pronunciamentos, muito menos para fazer discursos repletos de besteiras e equívocos. Talvez, ele nem precise ser estritamente “politicamente correto”!... No entanto, não pode e não deve, em hipótese alguma, ser “politicamente incorreto” com tanta insistência como tem feito.
 
Bolsonaro não precisa ficar procurando motivos e ocasiões para discursar ou destilar as suas opiniões de forma precipitada. Ao invés disso, ele deve se esmerar em não desperdiçar as excelentes oportunidades para ficar calado!


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2019 - Todos os direitos reservados.