tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Não mitou!!!
Data publicação 08/05/2018
Especialistas em se passarem por vítimas, até agora, os petistas e seus parceiros da esquerda não lograram êxito em tornar o ex-presidente Lula uma vítima do que eles chamam de “direita conservadora”. 
Desde que ele foi considerado réu na ação judicial referente ao Triplex do Guarujá e demais processos pelos quais virá a ser julgado, tornou-se comum nas rodinhas de bate-papo alguém afirmar que Lula se tornaria muito mais forte politicamente caso viesse a ser preso, desejo de mais de 54% da população brasileira segundo as pesquisas, inclusive as realizadas pelo DataFolha, instituto com clara tendência esquerdista.
 
Falava-se ainda, do risco de ocorrer uma guerra civil no País, opinião baseada nas ameaças dos líderes do MST e da CUT, instituições financiadas pelos governos petistas, cujas manifestações contra o impeachment de Dilma, contra a Lava Jato e contra o juiz Sérgio Moro foram abastecidas pelo “pão com mortadela” e por 30 ou 50 mangos de gratificação.
 
Pois bem!... Lula foi preso há quase um mês e, desde então, nenhuma instituição séria ou grupo de cidadãos do bem manifestou-se contra a decisão do juiz Sérgio Moro. A prometida guerra civil também não aconteceu e, ao contrário do que acreditavam os esquerdistas, Lula não mitou.
 
Ao invés do imaginado pelos simpatizantes do “homem da alma mais santa do mundo”, a prisão de Lula foi muito bem recebida pela população ordeira do Brasil e, mais, reconhecida como um importante avanço da Justiça Brasileira pelos países estrangeiros, notadamente aqueles que não se beneficiaram dos bilhões oriundos de empréstimos junto ao BNDES.
 
O MST fez algum barulho, aliás, a única coisa que esse grupo terrorista sabe fazer, mas não colocou fogo no Brasil. A CUT tentou fazer barulho, mas sem o financiamento que recebeu dos governos de Lula e de Dilma, não passou de um traque. E a “revolta” não recebeu o anunciado e prometido apoio das forças armadas de Cuba, Bolívia ou Venezuela, países que “deitaram e rolaram” no nosso dinheiro durante os governos petistas.
 
Aliás, sempre é bom lembrar que eles se beneficiaram de dinheiro que faltou e tem faltado para os nossos hospitais, para os nossos municípios, para as nossas estradas, para a nossa segurança, para as nossas escolas, para o setor agropecuário, para a merenda escolar, para o transporte e para programas de fomento à geração de emprego e de renda, entre outros benefícios dos quais o povo brasileiro permanece carente.
 
Ao contrário do que os esquerdistas querem fazer acreditar e como muitos otários acreditam, Lula jamais foi injustiçado. Pelo contrário, ele mereceu a condenação pelo caso do triplex e merecerá toda e qualquer pena que, porventura, venha a ser aplicada a ele nos demais processos nos quais é réu.
 
Para a Justiça Brasileira ser justa de forma plena, além de Lula, devem receber dura punição todos os demais envolvidos no maior esquema de desvio de recursos públicos já engendrado em toda a história da humanidade, onde se inclui o senadores Aécio Neves (PSDB), Aloysio Nunes (PSDB), Renan Calheiros (MDB), Romero Jucá (MDB), Ciro Nogueira (PP), José Agripino Maia (DEM), Vanessa Grazziotin (PCdoB), Gleisi Hoffmann (PT), Lindbergh Farias (PT), assim como os filhos de Lula, absurdamente enriquecidos durante os governos do PT, quando se revelaram os maiores “gênios da economia”.
 
Resta-nos torcer para que não ocorra nenhuma manobra nos bastidores das nossas cortes superiores, ferramenta tentada para livrar os abutres da arapuca, e que o eleitor brasileiro tenha aprendido a escolher melhor os ocupantes do poder, não dando mais a chave do cofre nas mãos de bandidos.


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.