tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Oscar
Data publicação 16/05/2017
“And the Oscar for best actor goes to... Lula!”... Se você, assim como eu, não fala ou lê em inglês, eu vou traduzir!... “O Oscar de melhor ator vai para... Lula!”.
 
Realmente, nesta semana, mais precisamente na quarta-feira, antes, durante e depois do depoimento ao juiz Sérgio Moro, o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva deu um verdadeiro show ao interpretar o seu mais importante papel no “palco da vida”, o de “Maior Santo do Universo”.
 
Vale lembrar que quando ele assumiu esse personagem, Lula se afirmou como a alma mais pura, se considerando mais honesto que o Papa e a madre Tereza de Calcutá e só não citou nenhum dos personagens da Bíblia, como os apóstolos Pauo e João, porque não é muito chegado a ler e, assim, não conhece as Sagradas Escrituras. Afinal, se as conhecesse de fato, provavelmente, não seria tão cínico, desonesto e desavergonhado como é.
 
Bem... É preciso reconhecer que, embora os pastores Edir Macedo, Waldemiro Santiago e outros por aí, mesmo conhecendo a Bíblia, eles vivem enganando pessoas que não conhecem a Palavra de Deus, tomando delas todo o dinheiro possível, através de heresias e distorções bíblicas.
 
Mas, voltando ao ganhador do Oscar, com uma cara de pau de matar de desejo a população dos maiores cupinzeiros, na quarta-feira, Lula usou e abusou das mentiras, suas principais e inseparáveis ferramentas de trabalho!... Hum... Acho que a expressão “trabalho” não caiu bem!... Como todos nós tão bem sabemos o moço não é nada chegado ao labor. Ele prefere muito mais um final de semana em um sítio em Atibaia ou uma viagem em companhia de Rosemary Noronha.
 
Em seus pronunciamentos feitos aos contratados, aos membros dos sindicatos alinhados ao petismo, aos iludidos e aos membros dos movimentos sem qualquer coisa, principalmente vergonha, Lula tem dado verdadeiras aulas de dramaturgia, com momentos de choro dignos dos maiores palcos.
 
Lula reza a cartilha do maior monstro da história da humanidade, Adolf Hitler, cuja técnica de convencimento consistia em falar a mesma mentira incontáveis vezes e com tanta insistência, até os outros passarem a considera-la uma verdade.
 
Além disso, da mesma forma que Hitler, Lula não poupa ninguém para alcançar seus objetivos e conseguir se livrar de culpa. As culpas por todos os absurdos cometidos durante o governo petista pertencem a outros, jamais a ele.
 
Foi assim com José Dirceu, durante os processos do Mensalão e está sendo assim com Antônio Palocci, Guido Mantega, Pedro Barusco, Delúbio Soares, João Vaccari Neto, Delcídio do Amaral e tantos outros parceiros de corrupção envolvidos na operação Lava Jato.
 
O Sapo Barbudo não perde a oportunidade de lançar às feras ou lançar à fornalha nenhuma das pessoas às quais ele chama, com toda a falta de caráter que lhe é uma característica fundamental, de “companheiro”, desde que isso o coloque distante do banco dos réus.
 
Ele não tem amigos!... Ele apenas se utiliza das pessoas enquanto elas são uteis para os fins aos quais sua mente doentia lhe deseja levar. Alcançado tais intentos, os “companheiros” são descartados.
Mas, pior de tudo ocorreu durante o depoimento de Lula ao juiz Sérgio Moro, quando o “Alma Pura” teve a desfaçatez, traduzindo, falta de vergonha na cara de colocar toda a culpa no caso da compra do tríplex do Guarujá em sua falecida esposa Marisa Letícia.
 
Sem sombra de dúvida, Lula é um grande ator!... Só espero que no próximo ato ele não faça você de palhaço!


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2017 - Todos os direitos reservados.