tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Golpe!
Data publicação 00/00/0000
O impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff foi um golpe!... Aliás, um duro golpe no tradicional vício dos políticos brasileiros, com raríssimas exceções, de praticar a corrupção diante da primeira oportunidade.
 
No entanto, é preciso reconhecer que esse golpe, por mais dolorido que ele tenha sido para Lula, PT, seus parceiros e para os “socialistas” de ocasião, não ocasionou o nocaute da corrupção neste país.
Não podemos, de forma alguma, acreditar que a saída, por sinal justa e merecida, de Dilma Rousseff e do PT do poder é o “final feliz” de toda essa história. Aliás, para mim, este foi apenas o seu primeiro capítulo, a porta de entrada, o “pontapé inicial” para se estabelecer neste país o respeito às instituições e, principalmente, a justiça ao cidadão, já por demais cansado em dedicar todo o seu esforço na tentativa de se construir um Brasil gigante, para assistir seus sonhos sendo vendidos ou roubados.
 
Justiça seja feita, verdade seja dita, não foram Lula, Dilma e o PT que inventaram a corrupção, da qual eles tanto se beneficiaram. Quando eles chegaram, e chegaram com muita fome e sede, a corrupção já estava lá. Assim sendo, de nada adiantará tê-los afastado do poder se for permitido que outros venham a exercê-lo com a mesma índole, com a mesma vocação para a corrupção.
Como todos nós sabemos, no Brasil, a corrupção é praticada desde quando éramos Terra de Santa Cruz. Acredito, até, que a corrupção chegou a este país trazida por Cabral, nos porões de Santa Maria, Nina ou Pita e os atos praticados pelos governos petistas não são a origem da corrupção, mas as consequências de mais de cinco séculos de impunidade.
 
E, assim como considero justa a punição aos envolvidos nos escândalos ocorridos nos governos Dilma e Lula, entendo que também devam ser punidos, com toda a severidade, os envolvidos nos esquemas de corrupção implantados no Brasil antes da Era PT.
 
A cassação de Dilma, necessariamente, precisa ser o início de uma profunda mudança no Brasil e não ser comemorada como se fosse o fim da corrupção. Se pararmos por aqui, estaremos cometendo uma enorme injustiça. Não à Dilma ou ao PT!... Eles merecem ser punidos, pela extensão dos incalculáveis danos que seus gestos causaram à Nação e ao povo brasileiro, mas às gerações futuras, na medida em que estancaremos apenas momentaneamente o sangramento, mas não curaremos a ferida.
 
Se as regras do jogo deram oportunidade às trapaças, não evitaremos que as trapaças continuem a acontecer simplesmente trocando as peças ou afastando-se os jogadores. É extremamente necessário que se mudem completamente as regras do jogo, impedindo a oportunidade à ocorrência de velhos e novos vícios.
 
O sistema político do Brasil é podre e, por isso, é preciso se estabelecer uma profunda mudança, com a implantação de um sistema novo, com novas regras, novas leis e mecanismos, suficientes a impedir a prostituição da ordem, da moral e da justiça. Do contrário, estaremos colocando remendo novo em roupa velha ou tentando construir um prédio sobre uma base falsa, defeituosa ou totalmente corroída.


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.