tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Roma
Data publicação 21/03/2016
A crônica de hoje será fraca, não me deixaram publicar todos os palavrões, como era meu desejo. Assim, desde já, peço desculpas a você, se eu não agradar.
 
Engana-se quem acha que Lula se julga apenas a alma mais honesta do Mundo. Na verdade, em sua exacerbada loucura, ele acredita ser Deus, estando acima do bem e do mal, soberano, onipotente e intocável.
 
Os atos cometidos pelo ensandecido ex-presidente quando ele se encontra acuado, como vem ocorrendo nas últimas semanas, reputa-nos aos loucos imperadores de Roma, que não titubeavam em matar parentes e amigos para se livrar daquilo que os ameaçava. 
 
O delírio crônico de Lula o leva a menosprezar a ética e a moral, colocando seus mais vis desejos acima das leis e das instituições, não poupando de seus xingamentos inimigos e companheiros, juízes, promotores, instituições e, até mesmo, os membros da Corte Suprema, onde serão julgados seus apelos das sentenças merecidas que deverão ser-lhe impostas por seus incontáveis crimes.
 
Entre os desequilibrados imperadores de Roma, Lula me faz lembrar Nero, que no ápice de sua loucura, destilando o veneno de sua ira contra seus inimigos, naquele caso, os cristãos, mandou que incendiassem Roma, colocando a culpa da desgraça causada nos seguidores de Cristo.
 
Não compararei Lula ao imperador Caio Júlio César Augusto Germânico, mais conhecido por Calígula, pelo fato de Dilma me parecer mais com esse imperador, afinal, foi Calígula quem, zombando de toda a população, assim como das autoridades e instituições romanas, nomeou seu cavalo “Incitatus” para exercer o cargo de primeiro ministro.
 
É exageradamente nítida a semelhança entre o feito de Calígula e a nomeação de Lula, um investigado pela Polícia Federal, com fortes e, em alguns fatos, incontestáveis indícios de praticar desvio de recursos públicos, tráfico de influência, enriquecimento ilícito e formação de quadrilha, da qual, como afirmam os delatores, ele é o chefe, para a chefia da Casa Civil.
 
Não!... Não estou querendo caluniar Incitatus, cavalo de Calígula, afirmando que ele tenha sido tão corrupto quanto o “Jararaca”!... Acredito na possibilidade do cavalo ter senso ético e moral, virtude ausente no “dono do sítio do amigo”. A semelhança entre um e outro está no fato dos dois não terem competência para exercer os cargos aos quais foram nomeados. Só isso!
 
Lula não pretende outra coisa, senão escapar e, para isso, não se importa de levar o Brasil, que já capenga, à total falência. Sua falta de caráter e responsabilidade o levará, se chegar à Casa Civil, a torrar os 370 bilhões de dólares da reserva internacional que o País possui, assim como os escândalos e esquemas instalados por seu canhestro governo fizeram com a Petrobras, com os fundos de pensão, com o BNDES e com a economia brasileira.
 
Em sua rota de fuga, Lula tem lançado na fogueira todos os seus antigos amigos e parceiros, como aconteceu com Marcos Valério, José Dirceu, Marcelo Odebrecht, Leo Pinheiro, José Carlos Bumlai, Renato Duque, Delcídio do Amaral, Pedro Corrêa e tantos outros que ele tanto usou e, hoje, jura não conhecer.


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.