tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Dia 13
Data publicação 29/02/2016
Os membros do Movimento Brasil Livre e do Movimento Vem Pra Rua têm se mobilizado, convidando toda a população brasileira a participar das manifestações populares que estarão ocorrendo no dia 13 de março, em todo o Brasil, tentando reacender a pressão sobre os políticos para a aprovação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.
 
Eu sou totalmente favorável à manifestação, entendendo que este é um instrumento legítimo para que o governo e a classe política saibam qual a vontade do sofrido povo brasileiro.
 
Porém, acho que nós precisamos ir às ruas não apenas na tentativa de se abrir um processo de afastamento da presidente, mas para manifestar a indignação de um povo por demais cansado de ser enganado, iludido, humilhado e roubado, há mais de cinco séculos, por governantes desprovidos de caráter e honestidade.
 
Precisamos ir às ruas e protestar contra os abusos cometidos pelos detentores do poder, que têm desviado recursos provenientes do suor de nossa gente, com tanta ganância, roubando do cidadão o direito à saúde, à educação, ao emprego, à segurança, à moradia, à dignidade e, até mesmo, roubando-nos o direito de ter direito.
 
Precisamos ir às ruas e protestar contra esse sistema implantado no Brasil, onde uma minoria, desprovida de civismo, honestidade, caráter e, até mesmo, de competência, se apropria do poder pela artimanha de sua canalhice e dele jamais se afasta, através de pactos infames, se perpetuando em mercadejar o futuro do povo, distribuindo entre seus asseclas o fruto dos repetidos saques aos cofres públicos, sendo sustentada por fraudes e alianças nefastas.
 
Precisamos ir às ruas para mudar a sorte desse país, onde o interesse de alguns se sobrepõe às necessidade de milhões de homens e mulheres, crianças e idosos, impedidos de ter acesso às riquezas desta terra, que acabam satisfazendo apenas a sórdida e insaciável ganância daqueles que tornam os cofres públicos uma extensão do próprio bolso.
 
Precisamos ir às ruas para manifestar nossa completa indignação contra um governo que, apoiado por políticos desprovidos de vergonha na cara, preferem esbanjar milhões de dólares na realização de um espetáculo esportivo, construindo verdadeiros “elefantes brancos” quase inúteis, enquanto o povo, em sua esmagadora maioria excluído e impedido de participar dessa inapropriada festa, clama por hospitais, tratamentos de saúde e remédios que permitiria a cura ou, ao menos, aliviasse a dor.
 
São por esses motivos que eu quero ir às ruas, consciente de que a retirada desta incompetente presidente não solucionará os principais e mais graves problemas vivenciados pelos brasileiros. Afinal, ela saindo e se mantendo o sistema, nada impedirá ao seu sucessor dar continuidade à péssima administração, aos desvios de recursos públicos, aos escândalos financeiros, aos esquemas fraudulentos ou, até mesmo, praticá-los com intensidade ainda maior.
 
De nada nos adiantará tirar os jogadores que estão levando o “Time Brasil” para o fundo do poço, substituindo-os por outras pessoas, se as regras do jogo permanecerem as mesmas.
Precisamos ir às ruas, não para mudar um governo, mas para mudar o Brasil!


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.