tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Perguntas
Data publicação 01/02/2016
Assim que o Carnaval passar e o Brasil começar a funcionar, no dia 17 de fevereiro, o “homem mais honesto do Brasil” vai precisar responder a muitas perguntas do promotor Cássio Conserino, do Ministério Público de São Paulo, na investigação para apurar o caso do tríplex do Guarujá.
 
O curioso é que nem o Lula, nem sua esposa, Marisa Letícia, e nem a OAS assumem a propriedade do luxuosíssimo imóvel. Se quiserem, eu aceito que passem o tríplex para o meu nome, sem problema algum.
 
Mas, além das perguntas que o representante do Ministério Público irá fazer a Lula, o homem da alma pura, existem tantas e tantas outras, para as quais o País todo gostaria de obter respostas.
 
Perguntas sobre o Mensalão, sobre o Petrolão, sobre o Eletrolão, sobre os empréstimos do BNDES ao seu amigo José Carlos Bumlai, até mesmo para empresas inativas, e para a construção de dezenas de obras em diversos países, como aconteceu com Cuba, Bolívia, Venezuela, Argentina, Uruguai, Nicarágua, Equador, Peru, Panamá, Colômbia, Moçambique e Angola.
Ou pedir a ele para explicar como foi que ele e a Dilma tiveram a “capacidade” de em apenas 12 anos levar às beiras da falência a Petrobras, empresa que chegou a ser a 5ª maior do Mundo.
Mas, vai ver que suas respostas, nas questões envolvendo todo esse grupo de esquemas de pagamento de propina, que incluiu caciques do PT, do PMDB e do PP, sejam as já conhecidas “não sei de nada”, “não vi nada”, “nunca ouvi falar” e “não conheço ninguém”.
 
Mas, existem outras perguntas, relacionadas a ele, sua empresa, sua fundação e seus parentes, sobre às quais, certamente, não faltarão honestíssimas e verdadeiras respostas, o que se pode esperar de um santo homem como ele.
 
Qual o motivo para que Fábio Luís Lula da Silva, o Lulinha, anteriormente um simples monitor do Zoológico de São Paulo, viesse se transformar em um gênio das finanças somente um ano depois do papai ter se tornado Presidente da República? O que impediu o primogênito de Lula e Marisa Letícia aflorar sua genialidade antes?
 
Por falar em “filho genial”, como Lula explicaria o fato de como o seu caçulinha, Luís Cláudio Lula da Silva, um simples professor de Educação Física, que mesmo com o apoio do poderoso pai era um simples auxiliar de preparação física do Corinthians, de repente montou uma empresa no ramo de marketing esportivo e por uma consultoria copiada da Wikipédia recebeu R$ 2,5 milhões de seu único cliente?
 
Ah!... Lula também deve saber esclarecer quais os motivos para que a sua promissora carreira como palestrante, que lhe rendeu cerca de R$ 27 milhões, tenha sido interrompida abruptamente, tão logo tenha tomado vulto as investigações da Operação Lava Jato e dos outros braços do maior esquema de corrupção já ocorrido neste país.
 
Eu teria muitas outras perguntas a fazer, ao “santo”, entre elas os motivos dos “amigos” lhe cederem carros, barcos, aviões e, até, o maravilhoso Sítio Santa Bárbara, de Atibaia, mas infelizmente o espaço acabou!


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2018 - Todos os direitos reservados.