tv semana grupo semana
     

PUBLICIDADE

Colunista - Edilson
Não pode dar certo!
Data publicação 24/04/2017

O Brasil já “nasceu” errado!... Aliás, muito errado!... Portanto, não podemos nutrir muitas esperanças de um futuro melhor, pois, a probabilidade de isso vir a acontecer, mesmo que se esteja projetando um futuro por demais distante, é muito próxima de zero!

Eu já falei sobre isso aqui, mas é importante repetir, para lembrar aos mais esquecidos e para dar conhecimento a quem não tinha lido. A verdade é que a nossa origem foi a pior possível!... Senão, vamos olhar a história!...

Pra início de conversa, com tantos bons navegadores ingleses dando sopa por aí, tentando aportar em novas terras, como aconteceu com os Estados Unidos, a Austrália e o Canadá, fomos dar o tremendo azar de o Brasil ser “descoberto” justamente por um navegador de Portugal, naquela época, o país mais atrasado da Europa. E, para piorar o que já era péssimo, fomos colonizados pela escória dos portugueses de outrora.

Não gostou do que eu disse?... Ora, bolas!... Será que você matou as aulas de História ou se esqueceu do fato da “Coroa Portuguesa” ter enviado para a “Terra de Santa Cruz” alguns de seus piores criminosos, como uma forma de puni-los, os quais aqui chegaram com títulos de nobreza, com altos cargos e autoridade para fazer o que bem quisessem?

Ah!... Lembrou-se!... Pois, então!... Com um alicerce tão podre assim, seria impossível se esperar acontecer aqui uma nação forte, com instituições respeitáveis, com leis justas e com governos honestos!... Como podemos esperar que germinasse bons frutos de uma semente doente?... Quando se planta uma pimenteira, torna-se impossível esperar que dessa planta venha a se colher uvas ou morangos!... Assim nasceu o Brasil!

Como se esperar justiça social em um país que por 400 anos considerou justo manter homens escravizados, comercializados como se fossem objetos ou animais, apenas por causa da cor de sua pele?... Para quem não sabe, o Brasil foi o país que recebeu a maior parte de africanos escravizados entre os séculos 16 e 19 - quase 40% do total -, sendo a última nação da América a abolir a escravatura.

Não serão o “Bolsa Família” e outros programas essencialmente assistencialistas, idealizados pelas mentes geniais de nossa escrota classe política, que irão promover justiça na distribuição de renda ou estabelecer a igualdade social, em um país, onde a mentalidade do patrão é explorar os empregados e a “vingança” destes é roubar ao patrão, seja em horas paradas, serviços mal feitos, doenças inventadas ou, mesmo, a apropriação de objetos e dinheiro.

A inversão de valores, neste País das Maracutaias, é tão grande que o honesto, o adimplente e o pontual acabam sendo punidos por tais virtudes. É comum os governos municipais, pela necessidade de conseguir dinheiro, anistiarem aos contribuintes de juros, correção e multas quando eles atrasam o pagamento de tributos e impostos, como o IPTU. Com isso, acabam punindo aos contribuintes que foram corretos, pagando seus tributos dentro do prazo legal.

Da mesma forma, quem chega na hora marcada para o início de uma reunião ou a uma cerimônia acaba recebendo como “prêmio” precisar esperar pela chegada dos atrasados para, então, ser dado início ao evento.

No Brasil, diante dos absurdos das leis, até mesmo a Justiça torna-se injusta. O analfabeto, cuja falta de capacidade impede ou confunde o entendimento, não tem nenhuma complacência por sua ignorância e, quando comete um ilícito, torna-se duramente punido pelos rigores da lei. Já o poderoso, a quem o berço ou a sorte garantiu bons estudos, sendo, portanto, totalmente apto e capaz para discernir entre o certo e o errado, quando pratica o crime recebe tratamento especial, desde o lugar de confinamento, e a regalia dos benefícios da lei.

E como esperar justiça social neste país, quando o valor bruto do Salário Mínimo é R$ 937,00, por um mês inteiro de árduo trabalho, e o salário base de um deputado federal, que determina o próprio ganho, é de R$ 33.763,00, além de tantas outras mordomias?...

Você há de concordar!... Por tudo isso, o Brasil não tem como dar certo!


Mudar de colunista:

FALE CONOSCO
grupoasemana@gmail.com
333322-1212
RUA JOAO DA SILVA ARAUJO, Nº 8 - SL304
CENTRO | CARATINGA-MG


Copyright JORNAL A SEMANA - © 2017 - Todos os direitos reservados.